segunda-feira, 9 de julho de 2007

Notícia triste

Ontem Nil e eu soubemos de uma notícia muito triste. Um amigo do Nil, jovem, alegre, bonito, simpático sofreu um acidente de trânsito e veio a falecer. Depois que saímos do culto em nossa igreja fomos à casa da família onde o corpo era velado.

Tive uma sensação tão estranha ao ver aquele rapaz no caixão! Ele e eu não éramos íntimos, nem mesmo amigos de ocasião, o Nil é que tivera um convívio maior com ele há alguns anos atrás durante muito tempo, mas nos últimos anos houve certo distanciamento. Fiquei olhando para ele, inerte dentro do caixão, e me perguntando: “Como terão sido os últimos instantes de sua vida? Será que ele teve um momento de lucidez antes de ir? No que teria pensado? Será que teve consciência de que estava partindo?” Fiquei muito triste por ver um rapaz tão jovem, com perspectivas de uma vida inteira pela frente, ali, no ponto final de sua trajetória por este mundo. E fiquei a pensar onde ele estaria naquele momento.

Como cristã que sou, creio numa continuidade da nossa história após a morte, conforme o que diz a bíblia. Se essa continuidade será boa ou ruim, depende de uma escolha enquanto estamos de passagem por esta vida: assumirmos um compromisso verdadeiro com Deus através de Jesus Cristo, ou não. Não sei qual era a situação daquele rapaz, apesar de saber que ele foi criado de acordo com ensinamentos genuinamente bíblicos. Fiquei muito pensativa sobre isso e acho que, pela primeira vez, me deparei com a seriedade dessa situação.
Muitas vezes não nos permitimos pensar nessas coisas desagradáveis e mórbidas e levamos nossa vida como uma grande festa, mas é importante considerar que um dia todos nós passaremos pela experiência da morte. Será que estamos prontos para enfrentá-la e o que vem depois dela?

Nenhum comentário: