quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Quando eu tocava piano

Ouvindo esta música enquanto trabalhava, me veio à memória os tempos da minha tenra infância quando eu também dedilhava um piano.

Sempre fui apaixonada por música. Como já escrevi aqui, tenho uma relação de amor com ela. Como freqüento igreja a minha vida toda, e este é um cenário onde a música está sempre presente, não foi difícil me apaixonar por ela. Especialmente pelo som do piano que, por ser um instrumento clássico, normalmente embala a música sacra.

Eu tinha só seis anos e já admirava profundamente aquela pianista. Olhava para ela todos os domingos, fascinada, querendo tirar o som de forma tão doce e delicada daquele lindo piano vertical como ela fazia. Insistia com meus pais para que a pedissem que me ensinasse. Num belo dia ouvi mamãe combinando com ela a minha primeira aula. Fiquei radiante!

Foram três anos de aulas semanais que incluíam teoria musical e prática no instrumento. Como eu aprendia rápido! Como eu gostava de tocar! Mas quando se é criança, não se sabe o verdadeiro valor das coisas. A rotina das aulas me cansava e por vezes eu não queria treinar fora do período de aula. Eu só tinha nove anos...

Um dia minha mãe, exasperada por insistir para que eu fosse treinar sem que eu quisesse, disse que me tiraria das aulas devido à minha falta de interesse. E foi assim que meus dias de pianista chegaram ao fim. Sei que deve ter sido exaustivo para ela, mas sei também que seu dever era primar pela minha formação e era óbvio que a música tinha tudo a ver comigo. Ela devia ter insistido...

O piano é uma parte importante da minha infância que quero resgatar. Nos últimos tempos tenho sentido muita falta de saber tocar - perdi toda a prática -, até porque sempre estive envolvida com a música de forma cantada e nem sempre é confortável depender de alguém que toque para mim. Quero reaprender a tocar. Mas não serve outro instrumento, só o piano. Aquele doce som que embalava minha infância e fazia brilhar os meus olhos... E ainda faz...

Música de Frédéric Chopin, Nocturne Op.9 No.2

18 comentários:

Priscilla disse...

Olhe, que boas lembranças tive ao ler sua postagem! Voltei aos meus tempos de pianista, no início de minha adolescência... Três anos de muito estudo e dedicação! Infelizmente, hoje estou "enferrujada", mas voltar a tocar (e tem que ser piano!) é um sonho que ainda acalento dentro de mim. Chegarei lá. Aliás, chegaremos! Abraços!

Sonia Regly disse...

Célia,
Agradeço de coração a visitinha.Acho lindo quem toca pianos, estou querendo aprender teclado que é mais fácil,pianos são muitos anos.Parabéns pelo lindo Post.Beijinhos.

Adelino disse...

Célia, música é um assunto fascinante para mim, não que eu saiba tocar algum instrumento. É que meu pai era professor de música, tocava piano, saxofone, violino. Tocava até em cinemas, quando o cinema falado ainda não tinha chegado ao Brasdil, isto lá pelo início dos anos 30. Sou o mais novo dos irmãos. Tenho até hoje umas partituras de músicas que ele escreveu. Mas não tive oportunidade de ouvir nenhuma, porque ele faleceu quando eu tinha 14 dias de nascido. Uma vez mandei para aqiele saudoso pianista Pedrinho Mattar (tinha um programa chamado Pianissimo), e ele executava partituras que seus espectadores mandavam. Ele "me prometeu no ar" que faria um arranjo de uma música de meu pai, mas no dia em que ele tocou eu não estava vendo a TV... Qualquer dia vou tentar recuperar uma gravação do programa...
Volte a estudar, você está nova. Tem muito tempo pela frente.
Beijos. Ótima quinta-feira.

Celia disse...

Celia essa musica é realmente muito linda. Adorei ouvi-la aqui no seu cantinho. Musica é uma coisa fascinante realmente. Bom dia. Bj

Luis F disse...

Amiga é sempre um prazer ler estes seus textos.

Muito bom mesmo...

Parabéns

Bj
Luis

simone corpo,mente e arte disse...

Oi Célia, grata pela visita lá no blog.
Eu sempre tive vontade de tocar piano quem sabe um dia, ainda está em minha lista.E vc pode voltar agora sem sua mãe pedir p q vc estude,pois é algo q vc gosta.Boa volta ao piano.Me convide p sua estréia.bjs. SIMONE

Pelos caminhos da vida. disse...

Aqui no prédio onde moro tinha uma moça que tocava piano, era muito bom acordar com as músicas dela,infelizmente ela se mudou.
Amo música,e acho lindo quem tem o dom pra tocar e cantar.
Obrigada pela visita.

beijooo.

Meire disse...

Celia,
Nunca é tarde para recomeçar. Se o piano esta nas tuas veias, corra, va a luta e recomece de onde voce parou.

Bjs

daniel disse...

Célia

O que aprendeste a ter aulas de música, deu-te o um de condão de saberes apreciá-la melhor, pelo menos se falarmos de música clássica. Da música moderna gosta-se e sabe apreciar-se, quando é melodiosa.
Por mim, sou incapaz de me concentar na música, dançar, chego a perder a audição, mas gosto de, nas calmas, ser embalado por todo o tipo música, desde que tenha qualidade.
Boa qualidade, que julgo saber distinguir.

Beijos,
Daniel

edson marques disse...

Que pena que teus "dias de pianista" chegaram ao fim!

Mas, ainda tocas?


Abraços, flores, estrelas..

Alice disse...

Sabe, eu estudei 7 anos num conservatório , mas nunca me identifiquei com piano... e depois que saí de lá , começei a tocar violão ( de ouvido) e não vivo sem ele... afinal descobri que esse era o meu instrumento.
Cada um tem o seu.


bjusssssssss

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ai que lindo! Volte mesmo a tocar. Sabe que meu namorado tocou até uns 18 anos, mas parou. Ainda toca uma coisa ou outra quando vê um piano'e é lindo!!! COm ele aprendi a admirar a música clássica, linda!!!

Volte a tocar e venha nos contar como foi. Mesmo que dê preguiça, se esforce um pouquinho, não há nada mais bonito que piano!

Bjocas

Raphael Rap disse...

Pôxa não sabia que tinha todo esse interesse por música. Também toco desde os 9 anos só que clarinete...

Se for para incentivar saiba que acho isso um dos projetos que todos deveriam ter: aprender a tocar um instrumento, não existe nada melhor...

Jannine L'Amour disse...

Célia que delícia deve ser tocar qualquer instrumento...eu minha amiga mal toco campanhia de porta, mas até que canto direitinho! Um beijão e esperero que a tendinite já tenha te deixado em paz. Boa semana.

Andréia disse...

minha relação como violão é parecida com a sua + vc ainda foi mais longe do que eu.

amo piano e acho um dos melhores e mais interessantes instrumentos e já tem alguns meses q estou interessante em aprender a toca-lo.

beijos e boa semana

Renata Braga disse...

Oi Célia!

Quanto tempo que eu não passava aqui.Ando meio sumida guria, mas to tentando voltar a ativa com os posts.
Olha só, não desiste do teu sonho não, vai em busca dele, nunca é tarde pra aprender a tocar algum instrumento, não sei se tu sabe, mas trabalho em uma escola de música , na OSPA em Porto Alegre.Convivo muito com músicos e pessoas da área, e se tu tem vontade vai em busca disso!

Ó, sobre a frase não é minha não.
E´do saudoso Chacrinha! Mas conbina totalmente com minha fase atual!

Bjoss e boa semana pra ti!

Adri /Dri /Drika disse...

Celia acho lindo ver alguem tocar piano, mas imagino que seja bem complicado. Bjoka otima semana ;)

Celia Rodrigues disse...

Olá, queridos! Obrigada pela força para que eu volte a tocar. É algo que realmente quero fazer, mas ainda tenho algumas prioridades a serem cumpridas. Beijos a todos e obrigada por comentarem mais uma vez!

Jan! Bom ter você de volta! Bjo!