terça-feira, 25 de novembro de 2008

Gosto X Não gosto

Hoje, sem mais nem menos, eu me vi pensando em situações que me provocam reações extremas: algumas que eu adoro, outras que eu odeio. Vou descrever o que lembrei. Mas isso não é um meme, e não vou passar a “tarefa” para ninguém, rsrs. Eu só quero mesmo compartilhar um pouco de mim com vocês. Caso alguém mais se habilite... Fique à vontade!

Eu amo sentir frio. Mas estando agasalhada, claro. Gosto da temperatura fria no quarto, mesmo estando sob um edredom bem fofinho. Amo sair de casa com aquele ventinho gelado batendo no nariz. Muito gostoso! Acho que é por isso que eu gosto tanto da região de montanhas capixabas.

Amo receber pessoas em casa para um jantar, um lanche ou qualquer coisa que envolva comida. Ou fazer uma comidinha só para mim e o Nil mesmo. Cozinhar é uma atividade que me dá um prazer imenso. E esse prazer começa no supermercado, enquanto escolho os ingredientes; passa pela minha cozinha, enquanto preparo o prato e termina na mesa, enquanto o degusto em companhia das pessoas queridas. Um verdadeiro ritual!

Adoro abraço! Não sei explicar direito a sensação que toma conta de mim durante esse contato. Não sei ao certo se é acolhimento, proteção ou simplesmente troca de carinho. Só sei que gosto muito de abraçar e ser abraçada.

Adoro massagem nos pés! Eu tenho um problema de dores nessa região que ainda não consegui diagnosticar. O tempo máximo que consigo ficar de pé de forma confortável é de uns 15 minutos, depois disso posso procurar um assento, rsrs. Por isso, quando Nil massageia meus pés é como se eu estivesse nas nuvens.

Mas... Há coisas que eu detesto na mesma intensidade dessas que gosto. Por exemplo, chuva. Como eu detesto chuva! Sei que é meio ridículo, que todos nós precisamos dela, que é Deus quem manda, blá, blá, blá, mas não posso fazer nada quanto a esse sentimento, é maior do que eu. Não suporto ter que sair de casa quando está chovendo, acho péssimo pisar em lugares molhados e enlameados e detesto me molhar, especialmente os pés - exceto quanto estou no banho ou lavando algo em casa, claro.

Sabe quando colocamos a mão em alguma superfície ou pegamos algo e ele está molhado? Arghhhh! Odeio! De vez em quando isso acontece comigo. Por exemplo, vou ao banheiro no escritório e quando pego na maçaneta para abrir a porta ela está molhada - porque o(a) bonito(a) que foi antes de mim não “pensou” em enxugar a mão antes de sair -. Eu sei que é só água, mas me dá um nojo!

Não suporto música alta. Primeiro, porque acho inadmissível estar num ambiente onde a comunicação fique prejudicada por causa de barulho excessivo e desnecessário. Por várias vezes fui à casa da minha irmã e ela não conseguia ouvir a campainha por causa do som, e eu ficava com cara de boba na porta. Segundo, porque em relação à música brasileira contemporânea não dá pra ouvir de tudo e há algumas “coisas” que não admito ouvir mesmo, justamente aquelas que meus antigos vizinhos me obrigavam a escutar. Então, se não quero ser obrigada a ouvir a música dos outros, creio que eles também não sejam obrigados a ouvir a minha.

Acho que eu quis escrever isso pela recente ocorrência de duas das situações que eu destaquei, uma positiva e outra negativa: umas comidinhas gostosas que tenho preparado aqui em casa – hummm! – e a chuva que tem castigado o Espírito Santo há duas semanas deixando muitos desabrigados e alguns mortos. Das comidinhas eu conto outra hora e, quem sabe, reativo meu Livro de Receitas que está esquecido há meses. Quanto à chuva, só temos que lamentar e aguardar que as comportas do céu se fechem.

11 comentários:

Renata Braga disse...

Oii Célia...
Nossa, fiquei surpresa em saber que quase tudo,(com excessão das comidinhas rsrs)que tu gosta e desgosta, são igualmente iguais as minhas...

Adoro frio, amo abraços,e massagem nos pés é algo indescritível mesmo!

Mas tenho que concordar e realmente não gosto, é de chuva!

E o que ta acontecendo agora no Brasil é muito triste, infelizmente sofremos com os exageros, em alguns lugares seca, outros inundações e enchentes terríveis, como em Santa Catarina...

Mas enfim, vamos rezar para que tudo isso acabe de uma vez não é?


Gostei de tudo viu? tava com saudades de seus textos!

Beiijosssss

Andréia disse...

eu gosto de chuva + só se eu estiver em um lugar coberto + detesto andar molhada..ieca!

Georgia disse...

POis é, já ia te perguntar por seu livro de receitas. Vc faz cada coisa deliciosa, rs.

Olha, eu nao gosto do frio, mas gosto da neve que cai. Viro crianca, pulo de alegria e com cara de boba.

Detesto é ir ao banheiro e encontrar onde vou me sentar molhado, éca!!!

Quanto a macaneta, nao ligo nao.

Gosto de chuva prá dormir. Acho perfeita essa terapia, relaxa e faz bem. Mas para sair e fazer compras e com crianca é um horror.

Quanto a música alto no Brasil eu digo que nao é só a música alta. Eu estranho muito porque todo mundo por exemplo fala junto, ninguém escuta ninguém. Falam com a TV ligada, acho super sem educacao, receber visitas e a TV ligada. A comecar pelos políticos. Fazem políticas com os carros até altas horas e na maior altura.

Bom te conhecer mais um pouquinho.

beijao

Lucy Lordelo disse...

Olá!!!
Postagem nova por aqui!!!
Gosto de várias coisas listadas por vc neste post.
Mas DETESTO ir ao supermercado!!! E fazer comidinha só esporadicamente. rsrs
Aqui em casa a cozinha fica sempre por conta do Ely desde o preparo até a arrumação.
E, como vc, detesto chuva abundante. No verão uma chuvinha rápida é bem-vinda, desde q eu esteja em local protegido. rsrsr Só quando era pequena, é q ADORAVA tomar banho de chuva no quintal. Mas isso já foi há muito tempo atrás. rsrs
Um beijão.
Q legal conhecer um pouquinho mais de vc.
P.S. Vc gosta de abraço? Bom saber disso!!! rsrs

Luiz Caio disse...

Oi Célia! Como vai?
Também não gosto muito de chuva não... Me incomoda muito! Gosto de fazer novos amigos... No virtual, e no real! Gosto mais dos amigos virtuais, porque se parecem mais comigo... É muito bom quando conseguimos torna-los reais! É dificil... Mas às vezes acontece!

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!

Adelino disse...

Célia, é incrível como isto pode acontecer: você chega numa festinha de aniversário, num sábado, ninguém. todo mundo vendo a novela das oito, nove. Quando termina aí começam a aparecer com caras de sofredores...
Abraços. Feliz semana.

Noz Moscada disse...

olá Célia, só hoje vi que tinha um comentário seu no meu blog, é que ha muito que não venho por aqui....

Sim uso e abuso do gerundio,sou natural da ilha da madeira e todos falamos muito no gerundio, embora os alentejanos tb o façam...aliás nós lá ilha tb temos bastante influência alentejana.......
O que me acontece muitas vezes é que quanto estou em algum chat na net sempre acham que sou brasileira,......
obrigada por me ter visitado, eu não ando por aqui muito agora, tenho uma exposição para a semana e tenho que trabalahr mt.
beijinhos
olides

Celia disse...

Algumas coisas pensamos iguais. Foi bom saber mais de vc. Boa semana. Bj

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Dizer que não gosta de chuva nesses últimoas dias virou unanimidade! Ninguém quer saber mais de ter que sair com guard-chuva! Uma trégua! rsrs

Mas acho que gostar ou nào gostar tem muito a ver com o momento...

Beijocas

Georgia disse...

Oi Celia, vc está sabendo dessa blogagem? Fiz um convite no meu blog, mas vc poderá confirmar se deseja participar no link abaixo.

Blogagem Coletiva Direitos Humanos 2008 II (Aval das Nações Unidas)

Maiores informacoes aqui:

http://fenixadeternum.blogspot.com/2008/11/direitos-humanos.html

Um abraco e boa noite

João da Silva disse...

Rsss.... adorei o seu jeito sincero, franco, transparente e inteligente de se revelar!
Vou voltar, sim?
Beijinhos carinhosos do João