segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

De volta

Depois de pouco mais de um mês longe da blogosfera, resolvo voltar a escrever. E agradeço imensamente ao carinho de todos os comentários deixados no último post. Confesso ter sentido saudades daqui e dos blogs amigos, mas confesso também que o desânimo foi maior. Há momentos que não dá para insistir, o melhor é sair de cena até nos sentirmos resolvidos, ou pelo menos dispostos, então, aqui estou eu.

O ano de 2008 foi um dos mais difíceis que já vivi. Não vou dizer o pior ano porque esse foi um período de grande aprendizado e exercício espiritual, e isso é muito positivo para mim. Posso afirmar que, em alguns aspectos, hoje sou uma pessoa de mente e atitudes renovadas devido às experiências vividas neste ano que passou.

Tudo começou com a minha mudança no início do ano. Meus pais não aceitaram a idéia de eu estar mais longe deles (isso, por eu estar distante apenas uns 15 quilômetros) e, principalmente por causa da mamãe, tive muitos problemas devido à mudança. Depois veio a doença do papai, da qual já falei aqui e, na mesma época, mamãe começou a aparentar sinais de alzheimer, o que até hoje não foi confirmado pelos médicos, apesar de ser visível nela certo transtorno psicológico. Minha tendinite teve um agravamento profundo e nem mesmo o tratamento que fiz apresentou o resultado esperado. Também passamos por algumas turbulências em casa das quais apenas nossas paredes são testemunhas. E fechei o ano com “chave de ouro” perdendo meu emprego, pois minha empresa foi amplamente atingida pela crise mundial.

Nenhuma das situações citadas foi totalmente resolvida ainda. Algumas estão caminhando para uma solução; com outras aprendemos a lidar enquanto nada mais se pode fazer. Estou em busca de um novo trabalho e também retomando meus estudos que ficaram suspensos desde dezembro. Apesar de tudo, confio que os próximos dias nos tragam boas novas.

Voltar a blogar é como retomar parte da minha rotina, assim como voltar a estudar. Preciso disso para espantar o tédio, a indefinição profissional e as preocupações que vêm com ela. Apesar de tudo, tenho crescido muito em meio a essas dificuldades. Sei que há um propósito divino em todas as situações da vida, crer nisso é reconfortante para mim.

Minha intenção é voltar ao ritmo usual do blog, postando uma vez por semana e também visitando os blogs amigos semanalmente. Vamos ver se consigo. Outra preocupação é já começar a adequar minha escrita às novas regras gramaticais, o que acontecerá aos poucos. E eu, que já tinha meus problemas com a gramática antiga, com essa agora... Mudança mais besta! :(

É bom estar de volta!

13 comentários:

vivendo disse...

Nós estamos muito felizes em saber que o blog foi reaberto!!De fato, por mais que eu também tenha me ausentado várias vezes desde que comecei meu blog, mas ele faz falta.E o blog dos amigos também faz falta. E o seu é muito importante e especial para mim, pois acho que vc é minha primeira amiga virtual e sua casa(o blog) tem sido muito visitada por mim. E o interessante desse universo virtual é que faz falta o blog e também essa convivência com pessoas especiais como vc. É tão bacana ler seus textos inteligentes e criativos, isso nos inspira!!!Um beijo e tudo vai melhorar.Foram momentos difíceis e esses passarão...E o que não passa a gente aprende a conviver e a lidar...beijo na titia mais linda do Espírito Santo,Vivi e Davi

Lucy Lordelo disse...

Seja bem-vinda novamente!!!
Este ano vai ser MUITO, INFINITAMENTE melhor!!
Um beijão!!
P.S. Como sempre escrevendo super bem!!!

Georgia disse...

Oi querida, às vezes os problemas chegam na vida da gente como um tufao e deixam rastros,mas segura na mao de Deus e continue a caminhada. Vc verá a luz.

Um beijo grande

Adri disse...

É bom ter vc de volta... as vezes da vontade de parar tudo né? mas ainda bem que os sentimentos que nós trazem ate aki são mais fortes e nos empurram de volta... Bju ;)

Luciano Ferreira Gomes disse...

Estou muito feliz com o seu retorno!
Todos nós passamos por momentos ruins, ou períodos de aprendizagem e isso é muito positivo, pois nos renova e nos chama a assumir mais responsabilidades para enfrentar os novos desafios.
Vejo que o destino foi generoso contigo e acredito que você irá superar todos os obstáculos que estão surgindo. Você é capaz, caso contrário Deus não te daria essa oportunidade de crescimento.
Força!
Estou contente com você!
Beijos!

Meire disse...

Celia querida, que bom te ver novamente na ativa.
2008 foi ruim nè? entao feche a porta dele, escanre a do novo ano e vamos a luta. Tudo se resolvera tenha certeza disso.
Bjs

Meire

Pelos caminhos da vida. disse...

Bem vinda amiga.

Desejo que esse ano seja melhor do que o anterior como vc relatou aqui,problemas sendo que muitos não conseguimos soluções,mas aprendemos com tudo isso,amaduremos,enfim amiga a vida é cheia de altos e baixos e sempre estamos sendo testadas espiritualmente,eu digo que sou mulher de pouca fé,me desespero frente a um problema que em vez de resolver ele dobra de tamanho,mas vou levando,por que viver é tudo de bom.

Boa noite.

bjs.

Aninha Pontes disse...

Célia querida, este ano será melhor.
As vezes passamos por situações que nos desesperam. Não imaginamos que muitas dessas vezes, Deus está tirando algo de muito ruim de nosso caminho.
Creia que nada é por acaso, e que Ele, o pai está atento à todas as suas necessidades.
Ele sabe muito mais que nós mesmos, do que precisamos, e ele te dará. Acredite.
Vai ser melhor este ano.
Um beijo

Chris Rodrigues disse...

Viva!!!!! Feliz ano novo!

Mary disse...

amiga voltei mesmo com vontade de ficar, por isso minha volta está sendo lenta.. hehehe.. bom tê-la novamente tb amiga..

amiga teu ano foi pesado mesmo, um dos mais complicados que já vi, espero que vc possa superar tudo e que 2009 te traga muitas coisas boas.. saude pra tua mãe, minha vó tinha alzheimer, sei como é complicado ver um ente querido assim..

qto às mudanças gramaticais tenho certeza d q terei muitas dores de cabeça com isso ainda..

bjoks mil e ótimo domingo amiga..

Niseloka disse...

seja bem vinda novamente!!!!

dácio jaegger disse...

Célia, a vida jamais transcorre como imaginamos. Você sabe tanto como eu e os outros. Mas que fazemos planos e buscamos conquistar as pretensões é um fato, se bem que há tantos que deixam a vida lhes levar. Estes, na sua maioria se cansaram de lutar por causas das barreiras que encontraram desde pequeninos.Olhar para a imensa pobreza crônica no mundo, em especial no Brasil é para estremecer, mesmo os empedernidos. Nascemos para adoecer e morrer, mesmo porque a natureza não é perfeita.Durante um certo tempo parece que somos brindados, mas quantos no mesmo tempo tornam-se finitos em idades jovens, porque nada nasce blindado. Escapar, para reprodução, é a tônica nas espécies, a natureza assim o quer, na nossa também, a que se diz pensante, os cultos no meio. Administrar com a ajuda divina é a senha, e aí tudo irá sendo colocado ordenadamente, alguns virão de surpresa, acredito. Os problemas serão minorados e resolvidos. Bjs.

Priscilla disse...

Olá, Célia! É muito gostoso voltar a ler seus textos. Expresso aqui a minha alegria em estar com você e os seus! Foram momentos agradáveis! Que nosso Amado Pai cubra de bençãos sua vida, fortalecendo-a sempre. Um abraço carinhoso!