quarta-feira, 10 de junho de 2009

Bioagradável?


Passei uma semana bem “ruinzinha” com a gripe que não me poupou. Mas já estou nova em folha outra vez, pronta para curtir o feriadão a parir de manhã. :)
***

Estava lendo o blog Coisas Frágeis e me deparei com a sugestão: “Seja Bioagradável”. O texto dizia sobre pessoas que são capazes de expressar atenção, amor, solidariedade e respeito pelos outros.

A princípio, pode-se pensar que esta é uma postura comum à maior parte das pessoas, mas, na prática, não é. A maioria delas vive tão centrada em si mesma que ao menos ser gentil e amável com os outros se torna algo dispensável, e nos admiramos quando encontramos alguém com tais características.

Esse texto me fez lembrar de uma situação vivida há poucos dias. Fui com o Nil levar meu pai ao hospital para fazer a troca da sonda uretral que ele usa há mais de um ano. Esse é um processo repetitivo e extremamente desconfortável para o papai. Nessas situações é comum encontrarmos “profissionais” que são incapazes de esboçar um sorriso a um senhor de quase oitenta anos que se submete todos os meses a esse procedimento desagradável.

Nesse dia, ao contrário do que é comum, papai foi atendido por uma enfermeira muito simpática. Ela conversou com ele durante todo o tempo fazendo-o se sentir mais à vontade, utilizou de recursos a fim de minimizar ao máximo o desconforto do procedimento, sempre sorridente e cuidadosa, atenciosa não apenas com ele, mas comigo e meu marido em nos explicar formas mais adequadas para mantê-lo confortável mesmo usando a sonda e livre de possíveis infecções. Ao final, nos acompanhou até o carro e se despediu.

Eu e Nil chegamos a comentar o comportamento dela, tão incomum em outras situações semelhantes. Interessante é que incomum deveria ser a costumeira falta de amabilidade, gentileza e respeito que vemos frequentemente. A esse tipo de comportamento infelizmente já nos habituamos e, muitas vezes, até o exercemos.

Considero essa enfermeira um exemplo do que é ser uma pessoa “bioagradável”, e incentivo não só aos que lerem este post, mas a mim mesma, a demonstrar mais atenção aos outros e faze-los se sentirem como nós nos sentimos com o tratamento dela: valorizados.

10 comentários:

Andréia disse...

oi fofa! eu estou trabalhando como voluntária num hospital e vejo vários exemplo como o do seu pai. os profissionais "bioagradáveis" fazem toda diferença na vida do paciente pena que são minoria. =(

Luis F disse...

Para ti o meu aplauso pelo texto.

Gostei de o ler

Com amizade
Luis

Georgia disse...

Sensacional. Acjo que profissionais assim a gente deveria ir a direcao e falar de como foi bem atendido. geralmente as pessoas só vao à direcao para uma reclamacao mas nunca para um elogio.

òtimo texto e que bom que vc está melhor do refriado.

Boa semana

beijos

Adelino disse...

Olá, Célia, quanto tempo!!!
O seu post foi muito oportuno numa época em que o bom comportamento no atendimento ao público de um modo geral é apenas mais uma exceção, quando deveria ser uma constante. Eu costumo, até mesmo em supermercados, quando bem atendido, deixar o nome do(a) atendente na Caixa de sugestões, com nome e tudo. É o mínimo que podemos fazer para incentivar os bons profissionais, ainda que em funções por vezes aparentemente sem muita importância.
Beijos. Tudo de bom para vocês.

Danilo Fernandes disse...

Ola Celia!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdidão nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/

Grace Olsson disse...

Célia, hoje emd ia, feliz de quemse depara com gente desse naipe. OLha, eue tenho sorte com profissionais de saude. Todos eles, bastante atenciosos.-
Bjs e dias felizes


graceolsson.com/blog

F Junior. disse...

Oiii.

Georgia disse...

Passando para te abracar.

Casamento feliz disse...

Saudade de vc amiga

Beijos

Raphael Rap disse...

É um desafio e tanto no fim das contas, espero que não soe arrogante isso hehe

Mas por mais que queiramos sempre faremos algo que desagradará alguém inclusive ser atencioso. Mas não custa tentar... é bom e faz bem como costuma-se dizer...