quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Mágoa


A mágoa é como um sabor amargo. É como se, ao comermos uma fruta doce e saborosa, de repente mordêssemos um pedaço estragado. Não importa quão doce tenha sido o primeiro sabor, permanece por um longo tempo no paladar o amargor do último pedaço.

Sentimentos amadurecem para o bem e para o mal. É dolorido se dar conta de que certas sutilezas e sensibilidades do coração endurecem com o tempo. Perceber isso deixa um buraco na alma.

3 comentários:

Georgia disse...

Célia querida, Jesus nao veio para os saos. Até a sua volta haverá muito o que limpar.

Bjao

Mary disse...

amiga, primeiro obrigada pelo carinho no meu níver.. célia, não sei o motivo das palavras do teu post, mas pra mim cairam como uma luva para o momento que vivo agora.. adorei teu post sobre o BBB, já tinha lido o texto que vc postou na net, concordo com cada palavra dele.. bjos mil e ótimo domingo..

http://graceolsson.com/blog disse...

Célia, eu, particularmente, nao sinto mágoa eterna d eninguém.Eu possot er raiva, hoje.A manah, adeus....Some tudo....eu sou assim, faz tempo.
Acho que guardar mágoa é como tomar café queimado..o amargor é terrível.-bjs e dais felzies